8 April 2014

Bordéus - A viagem -

Saímos cedinho, com o objectivo de chegarmos a esta bela cidade por volta das 12 horas.
Chegamos, almoçamos, efectuamos o check in e fomos descobrir a cidade.
Só tenho a dizer: a cidade é deslumbrante! Possui a mística parisiense num escala reduzida, é uma Paris em ponto pequeno. França é sem dúvida um pais absolutamente fantástico, quanto mais a conheço mais gosto de a conhecer!

Visitamos, de dia e à noite, a praça de la Bourse e o seu espelho de água. O palácio é reflectido no espelho d'água e consegue-se obter fotos excepcionais.



Passamos pela praça de la Comédie, onde se localiza a Ópera, o coração da cidade!









Visitamos o Porte Cailhau e o Grosse Cloche de Bordeaux.
No centro histórico de Bordeaux resistem quatro portas da cidade, a mais bela é a Porte Cailhau. Construída entre 1493 e 1496 para homenagear o rei Charles VIII após a derrota dos italianos. As restantes cinco portas localizam-se a poucos metros da Porte Cailhau, com destaque para a Grosse Cloche.






Deambulamos pelas ruas movimentadas, com particular ênfase para a rua Santa Catarina. Tal como no Porto, é uma rua sem trânsito e de consumismo.




Vimos a torre Pey-Berland, a Igreja Inglesa Notre Dame e o Hotel de Ville.












Passeamos pelo Jardim Público, o qual contem uma óptima esplanada para relaxar em dias de sol e temperaturas acima dos 22ºC. E o domingo foi o dia ideal para isso!









Comemos macarons e o doce típico de Bordeaux, canelé (doce caramelizado com um toque de baunilha e rum).



Bebemos vinho e fomos à famosa loja de L'intendant comprar umas garrafas. Nesta garrafeira à medida que subimos as escadas, de andar para andar, o vinho é mais caro e por conseguinte está há mais anos engarrafado. Ficamo-nos pelo rés-do-chão e trouxemos umas garrafas por 9 e 15€,com 5 anos!



Ao voltar paramos por Biarritz, para apreciar o pôr-do-sol no mar.

2 comments:

Thanks for your comment! / Obrigada pelo seu comentário!